conteúdo original Revista Donna

Olá, lindezas

 

O inverno chegou e a troca de estação pode ser um excelente momento para mudar o visual!
Os cabelos médios e curtos têm sido muito pedidos nos salões. Além disso, as temperaturas baixas mudam nossos hábitos: a gente toma banho com água mais quente e às vezes lava com menos frequência.

Para cabelos com cachos e crespos, essas questões se potencializam. E o cabelo mais curto facilita a nossa vida, não é? Quanto menos tempo cuidando, mais tempo para curtir um filminho no sofá ❤

Por isso eu trouxe exemplos de quatro cortes para inspirar quem está afim de dar um up no visual na nova estação:

Bob

Um dos cortes favoritos para todos os tipos de cabelo há algumas temporadas. E agora quanto mais curtinho, melhor.

 Moicano

Amado pelas mais ousadas, esse corte dá um toque de personalidade e estilo ao visual.

Camadas com franja

O já clássico corte em camadas foi adotado pela maior parte das cacheadas, e agora ganha versão com as adoradas franjas.

 Joãozinho/raspado

Além da facilidade em grau máximo, esse tipo de corte colabora no uso de acessórios da estação, como gorros, toucas e grandes cachecóis – que combinam muito com a estação mais fria do ano.

View this post on Instagram

Bein' sweet captured by sweety pie @nicholas.claridge

A post shared by amandla (@amandlastenberg) on

 

Gostaram?

Já têm seu preferido?

 

Grande beijo,

Duda Buchmann

Oi pessoal,

Lembra que no post anterior eu dei uma dica sobre a loja ZAFUL ? Pois então, como eu tenho algumas seguidoras que vivem fora do Brasil e lá (na maioria dos lugares) as estações são opostas as daqui eu resolvi fazer um post de dicas de looks de primavera para elas, claro que quem é aqui do Brasil também pode antecipar as comprinhas de verão e se jogarem nas dicas que vou dar aqui hoje. O que vocês acham disso??

Quando pensamos em primavera verão logo pensamos em estampas, cores, peças com tecidos mais leve e conforto é sempre a palavra chave para definir os looks dessa estação, a praticidade também é uma super aliada na hora de montar as produções, por isso eu sempre gosto de optar por peças únicas, tais como, vestidos, macacões, eles super facilitam nossas vidas na hora de compor produções estilosas e rápidas, afinal, a vida é corrida pra todo mundo e não pra perder muito tempo na escolha do look do dia.

 As cores e estampas fazem literalmente essa estação, por isso eu optei por escolher essas peças, olha só como tem uma grande variedade na loja, desde peças mais delicadas até peças com estampas mais chamativas e bem coloridas. Esse tom de amarelo (mais puxado para o mostarda) também ganhou muito destaque nas temporadas passadas e ainda continua bem forte no próximo verão, por isso vale muito a pena apostar.  Clique aqui e veja mais. Eu encontrei tanta coisa por lá que a vontade que dá é trazer tudo aqui pra vocês conferirem mas assim perde a graça né, o bom mesmo é ir lá, direto na loja e se apaixonar por tudo, assim como eu! Rsrs

Espero que tenham gostado das dicas.


#publicidade

Uma das tendências que mais se destacaram nas últimas temporadas com certeza foram as mangas volumosas, principalmente as mangas “flare” aliás, até as calças ganharam um super destaque nas últimas temporadas, mas o post de hoje é pra mostrar alguns modelos super tendência que encontrei na loja ZAFUL, modelos esses que vocês conseguem usar e abusar deles tanto nesse Outono quanto na primavera/ verão, que tal?

Compre aqui

Uma breve apresentação para quem não conhece a loja, a ZAFUL é uma Fast-fashion online Chinesa mas que atende ao Brasil todo, por lá vocês encontram as últimas tendências do mundo da moda e ainda com aquele precinho maravilhosa que só as lojinhas da china possuem, além de peças de alta qualidade. Uma ótima opção para você que assim como eu gosta de andar sempre antenada nos top trends e ainda por cima economizar uma graninha.

Essa estampa é sem dúvidas um grande clássico do Outono/ Inverno vocês já devem ter se deparado com alguma peça pelo seu feed do Instagram com essa estampa, eu aposto. Para os dias frios uma boa jaquetinha ou até mesmo um casaco já dá conta de complementar sua produção, e para abusar da mesma peça na primeira é só abusar do sapato e dos acessórios certos, e pronto, vocês conseguem usar fácil a mesma peça em propostas super diferentes.

Já para quem prefere peças sem muitas estampas, ou outras estampas a ZAFUL também tem, aliás, eles tem um estoque super completo quando o assunto é variedade de modelos, estilos diferentes, olhando a loja vocês vão ver que oque não falta é opção, aproveitem para conhecer a loja, e sair de lá de carrinho cheio porque a loja está de repleta de promoções do jeitinho que amamos. Espero que vocês tenham gostado da dica de hoje.

Beijinhos!


#publicidade

pose de blogueira

Partiu ser blogueirinha?

Cardi B Picture GIF

Seguinte, as redes sociais estão aí cheias de pessoas que querem passar conteúdo para os outros, sejam eles de beleza, moda, cultura, literatura, ou simplesmente sobre a sua vida mesmo. Mas todo mundo quer tirar fotos legais para mostrar para seus amigos e seguidores, né?

Falando um pouco da nossa relação com a moda nos dias de hoje, estamos cansados de saber que o que somos está ligadíssimo com aquilo que vestimos, né? A roupa que usamos já diz muito sobre nosso humor e no que acreditamos. E, com a porta que as redes sociais nos abriram, queremos mostrar nosso estilo pro mundo, mesmo sendo blogueira ou não, e, para a gente sair do marasmo das fotos sempre com a mesma pose, trouxe 10 referências para inspirar você no próximo clique de look!

Bóra colocar aquela roupa que amamos e sair por aí com nosso melhor carão?

#1 Sentadinha no café

#2 “Andando”

A post shared by Aysha Sow (@africanmelaninnn) on 

#3 Carão no graffiti

A post shared by Josy Ramos (@josysramos) on 

#4 Olhada pro lado despretensiosa

#5 Sentada na escada ou meio fio

#6 Apoiada em uma parede bonita

#7 Interagindo com algum objeto divertido

#8 De costas (bom quando tem detalhes atrás)

#9 Pose de quebrada

A post shared by Kelly Rowland (@kellyrowland) on 

#10 A boa e velha selfie no espelho

@negraecrespa

Instagram-ATL-Girls

Olá, lindezas

Vamos falar de coisa séria? Vou encher vocês de perguntas breves e a gente vai refletindo enquanto isso.

Você é negrx? Namora alguém branco? Ou o inverso, você é branco e se relaciona com alguém de outra cor? Com funciona isso? Você já teve outros relacionamentos com pessoas da mesma cor que a sua? Como foi? Sentiu diferença entre os relacionamentos? Até que ponto isso faz diferença pra você? Sofreu preconceito por isso?

Essas e outras questões são comuns quando há um relacionamento inter-racial. Esses pontos vieram a minha cabeça após um relato da Maria Flor, falando de seu namoro com o também ator Jonathan Haagensen e das situações de racismo que viveram.

View this post on Instagram

Durante três anos eu namorei o ator @jonathanhaagensen O Jonathan morava e ainda mora no vidigal. Ele é negro, eu sou branca. A gente se conheceu em um filme e se apaixonou. Isso não tinha nada a ver com a nossa cor. E lá atrás, eu com 19 e ele com 20 anos, a gente não pensou sobre isso. Mas estava lá, o tempo todo estava lá. E a gente foi percebendo que não era normal a gente junto em um restaurante, que não era comum a gente fazendo compras no mercado, que não era tranquilo ele dirigir o carro porque seríamos parados na blitz se ele estivesse dirigindo e não eu. Eu lembro de um dia que fomos parados na entrada do Vidigal por policiais. Jonathan disse que era morador, mas os policiais mandaram ele descer do carro e começaram a revistá-lo. Aquilo era humilhante. Eu na minha jovem arrogância desci do carro e gritei com o policial. E perguntei indignada o que ele estava fazendo. O Jonathan pediu para eu parar, mas eu gritei e perdi a mão. E o policial nos levou para a delegacia por desacato. Eu nunca vou esquecer o rosto do Jonathan indo para a delegacia. Tudo que ele tinha passado a vida evitando eu tinha feito acontecer por um capricho meu, por não olhar para tudo a minha volta e perceber que a coisa era muito mais grave. Que abaixar a cabeça tinha sido a realidade dele e eu achei que poderia salvá-lo disso. Eu, branca, garota da zona sul do Rio de Janeiro, achei que podia fazer justiça. Mas não, eu não podia, e eu só fiz ele passar por uma humilhação que eu jamais entenderia. Jamais. E mesmo tendo visto e vivido a experiência de ser olhada nos lugares por estar de mãos dadas com um negro, eu jamais entenderei. E sim, temos que olhar para o lado e perceber que a não existência de um negro na escola do nosso filho não é normal, que não ter um negro no cinema ao nosso lado não é normal, não ter um negro num restaurante não é normal, não ter um negro no ambiente de trabalho não é normal. E não pensamos nisso. Não percebemos nosso próprio descaso diário. E não percebemos o racismo estrutural que existe em nós. Hoje eu acho que nosso namoro terminou pela nossa incapacidade de perceber essa gigante distância social que existe na cor da nossa pele.

A post shared by Maria Flor (@mariaflor31) on

O racismo estrutural é algo que a maior parte da população brasileira sofre e a sociedade toda pratica, já praticou e foi ensinada assim. É cultural, infelizmente. Ter empatia e respeito são práticas que exigem manutenções constantes, todo dia é um aprendizado. Por essa razão precisamos do maior número de pessoas compartilhando ensinamentos, por isso que falamos e exaltamos tanto a cultura negra e desmascaramos cenas racistas. Isso deve acabar mais do que urgente, mas enquanto não encerra, continuaremos falando e falando e falando para finalmente entrar na cabeça de todos o quanto dói.

Não é fácil ser antirracista, se posicionar, ir contra a maré, mas é assim que as mudanças acontecem, nas dificuldades mesmo.

Eu tenho um relacionamento inter-racial, nunca tivemos problemas por isso, mas sei que sou privilegiada por não passar por momentos ruins. A gente aprende muito um com o outro.