O que fazer e não fazer no novembro negro

Esse mês que se comemora a Consciência Negra e por conta do assunto em alta algumas empresas, marcas, pessoas da mídia e outros acabam se perdendo na hora de abordá-lo, alguns querem surfar na onda para engajamento, por exemplo. O que acaba banalizando uma data tão importante que visa notoriedade, diversidade e principalmente oportunidade para a população negra.

Por isso, segue algumas coisas cruciais para que não se percam na pauta e, claro, que seja tudo sincero e torcendo aqui para que o antirracismo seja não só uma pauta desse mês e sim pra vida toda. Repense sua empresa, repense de quem você consume conteúdo, reveja seus conceitos, dê oportunidades, não faça da causa um ganho de dinheiro sem o real objetivo.

O QUE NÃO FAZER

  • Indicar perfis de criadores, artistas, intectuais, etc que você nem acompanha
  • Convidar criadores, artistas, intelectuais, etc para fazer colaborações de conteúdo apenas sobre racismo (quando seu assunto principal nem é esse).
  • Convidar para falas e palestras sem monetizar.
  • Usar negros como Wikipedia.
  • Contratar só nessa data e depois nunca mais.
  • Criar eventos sem representatividade.

O QUE FAZER

  • Amplifique as vozes negras.
  • Valorize intelectuais negros.
  • Indique aqueles perfis que você já acompanha e busque outros para acrescentar em seu conhecimento.
  • Realize parceria duradouras e oportunidades empregatícias para além desse mês.
  • NÃO VOTE EM CANDIDATOS RACISTAS!

Fonte imagem: Solidário Notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s