Lindezas, terei o prazer de ser embaixadora de um evento incrível que rolará nesse sábado (09) no Pier X do Iguatemi!!!

A Youcom arrecadou milhares de peças jeans nos últimos anos que seriam descartadas e distribuiu para marcas locais modificarem os jeans e criar novas peças lindas e autorais. O resultado de tudo isso é o JEANS FOR CHANGE, movimento para transformar o jeito de consumir moda.

Vai ter palestras, workshops, show e, claro, a participação de marcas locais com suas coleções Jeans for Change.

As marcas participantes são: Preza, Blanc Pages, Côté, Sueka, Draisiana, Elef Shoes Store, Envido, Noa, Shieldmaiden, Clau e Mig Jeans. Essas duas últimas são mega especiais pra mim, já já eu explico a razão.

E tem bônus! Quem levar um jeans pra doação no dia vai ganhar uma bolsa jeans + 10% off na compra de um jeans Youcom novo.

Sobre a Clau e a Mig Jeans: 

Duas marcas afroempreendedoras incríveis! Dá uma olhada aí embaixo:

Turbante criação da Clau
Saia criação da Mig Jeans

A Clau vocês conhecem, né? Já mostrei algumas peças nas minhas redes sociais. Todas as peças são de material reciclado e são puro amor.

A Mig Jeans tem a mesma pegada, mas garimpa roupas de brechós e as transforma.

Ansiosa pra ver tudo!
Partiu então? Confirma sua presença no evento e veja os horários de workshops (que são gratuitos!) aqui.

Ahhh e tem parceria até com minha querida Cabify 💜: YOUCOMJFC – com 25% de desconto em duas viagens!
jeans
Grande beijo,
Duda Buchmann

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, texto e close-up

A Sigma Cinema é um coletivo de audiovisual que divulga filmes independentes brasileiros, especialmente universitário.

Eles estão envolvidos na realização de um Cineclube semanal que trate de assuntos relacionados aos direitos humanos. As sessões ocorrem todas as sextas às 19h30 na Cinemateca Capitólio em Porto Alegre – RS  (local clássico da cidade!).

No mês de novembro a temática principal é do movimento negro, com curtas universitários de criadores negros com apoio da APAN – Associação dxs Profissionais do Audiovisual Negro.

Confira a programação:

  • Amanhã (sexta), 17/11 – Afrodites, curta que fala sobre a experiência de mulheres negras com a transição capilar.
  • 24/11 – Deus, curta que fala sobre a realidade de mulher negra no Brasil + discussão ao final da sessão.

Ingresso: R$ 2,00 ou 1kg de alimento não perecível.

Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/310700696076446/

Grande beijo,
Duda Buchmann

Hoje à tarde,  7 de novembro, a ONU Brasil lança campanha #VidasNegras  pelo fim da violência contra jovens negros.

A ação está ligada à Década Internacional de Afrodescendentes (2015 a 2024) e tem como objetivo sensibilizar a todas escalas da sociedade a respeito da importância de políticas de prevenção e enfrentamento da discriminação racial.

Para a ONU, o racismo é uma das principais causas históricas da situação de violência e letalidade a que a população negra está submetida. Atualmente, um homem negro tem até 12 vezes mais chance de ser vítima de homicídio no Brasil que um não negro.

No Brasil, sete em cada dez pessoas assassinadas são negras. Na faixa etária de 15 a 29 anos, são cinco vidas perdidas para a violência a cada duas horas. De 2005 a 2015, enquanto a taxa de homicídios por 100 mil habitantes teve queda de 12% entre os não negros, para os negros houve aumento de 18%.

“Com a campanha Vidas Negras, a ONU convida brasileiras e brasileiros a se engajarem e promoverem ações que garantam o futuro de jovens negros”, comenta o coordenador residente da ONU, Niky Fabiancic.

Segundo pesquisa realizada pela Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR) e pelo Senado Federal, 56% da população brasileira concorda com a afirmação de que “a morte violenta de um jovem negro choca menos a sociedade do que a morte de um jovem branco”. O dado revela o grau de indiferença com que os brasileiros têm encarado um problema que deveria ser de todos.

A campanha quer chamar atenção para o fato de que cada perda é um prejuízo para o conjunto da sociedade. Além disso, deseja alertar sobre como o racismo tem restringido a cidadania de pessoas negras de diferentes formas.

O lançamento, com divulgação de vídeos e materiais de campanha, terá início às 15h30, na Casa da ONU, em Brasília (DF), e contará com a presença de Niky Fabiancic, representantes do governo e da sociedade civil que atuam no tema, e do ator Érico Brás — apoiador da campanha “Vidas Negras” e participante dos vídeos e peças.

As peças da campanha abordam diferentes facetas, que vão da discriminação como obstáculo à cidadania plena, passam pelo tratamento desigual de pessoas negras em espaços públicos e pelo vazio deixado pelos jovens assassinados nas famílias e comunidades, chegando até o problema da escolha de suspeitos pela polícia, com base exclusivamente na cor da pele.

Participam dos materiais da campanha: Érico Brás, Taís Araújo, Kenia Maria, Elisa Lucinda e o Dream Team do Passinho.

A campanha seguirá estimulando o debate sobre a necessidade urgente de medidas voltadas para superação do racismo nos diferentes segmentos da sociedade.

Fonte: ONU Brasil

Grande beijo,

Duda Buchmann

No final da última semana aconteceu o Donna Week Iguatemi, grande evento de moda gaúcho, com campanha Express Yourself, ou seja, autenticidade e personalidade única ao máximo! Fui embaixadora do evento, com todo prazer do mundo!

Entre os quatro dias de evento tentei expressar o máximo de personalidade através das roupas que usei, saí muito satisfeita!

Bora ver os looks desses quatro dias?

1º dia:

T-shirt, bolsa e jeans destroyd: Renner | Bota: Beira Rio

Look do desfile (sim, desfilei para as Lojas Renner, apoiadora do evento! Se tu não sabia é porque não me segue no instagram, né? Bora lá @negraecrespa)

2º dia:

T-shirt e calça: Yolo Brands | Chocker e bolsa: Yolo Acessórios | Sandália: Renner

3º dia:

Blusa e calça: Youcom | Jaqueta: Youcom e CeuHandMade | Colar: Yolo Acessórios | Sandália: Divalesi | Bolsa: Cordi

4º dia:

Vestido e parca: Cantão | Botinha: Gaston

E aí, Gostaram? Tô apaixonada por todos e não sei dizer qual meu favorito. Você tem algum? Me conta nos comentários! ❤

Grande beijo,

Duda Buchmann

Sem título
Arte: William Ansolin

Setembro será especial no IFRS Campus Porto Alegre!

Durante todo o mês irá acontecer o evento Enegrecendo setembro composto por atividades de diferentes naturezas (oficinas, palestras, rodas de conversa, cine-debate, sarau poético) que se comunicam entre si no intuito de destacar o protagonismo negro no Rio Grande do Sul e problematizar a suposta tradição gaúcha de matriz europeia, que é celebrada e reinventada durante todo o mês de setembro em nosso estado – em especial, na capital (ZALLA; MENEGAT, 2011). O ponto máximo da mitificação da identidade gaúcha ocorre no desfile comemorativo de 20 de setembro, data de início da Guerra dos Farrapos (1835-1845) – ou “Revolução Farroupilha”. Esse conflito foi o resultado da disputa político-econômica entre a elite pecuarista gaúcha e o Império brasileiro e, posteriormente, passou a fazer parte da memória coletiva da população do RS. Uma memória que tem sido constantemente apropriada e reelaborada pelo poder dos vencedores e que mantém e reitera a exclusão das camadas populares (VESENTINI, 1997).

Através de discussões atuais sobre identidade e resistência, o evento pretende fazer um contraponto à construção eurocêntrica da identidade gaúcha a partir de alguns aspectos da cultura negra contemporânea do Rio Grande do Sul.

A imagem pode conter: texto

Programação imperdível com conteúdo o mês todo! Vamos, né?

Auditório do Térreo do IFRS Campus Porto Alegre – Rua Cel. Vicente, 281, Centro

Devo demais para esse local de estudo. Foi lá que conclui meu curso de Tecnologia em Gestão Ambiental, conheci pessoas incríveis que mudaram totalmente a minha vida e que participei de aulas que me fortaleceram como mulher.

Grande beijo,

Duda Buchmann