E aí?

“Se o racismo acabasse hoje, o que você faria?”

Essa é a pergunta que Gilberto Porcidonio (@_puppet), repórter do Jornal O Globo e ativista social, fez no twitter há alguns dias. Você sabe dizer? Vou compartilhar algumas respostas:

É, o racismo está aí e nos persegue.

Seja na hora de se vestir, na hora de entrar em um estabelecimento ou até mesmo em um simples caminhar pela rua. A gente fala tanto em acismo velado, mas será que é tão velado assim?

Tá mais que na hora da bolha ser estourada e cada um ter empatia e saber o que cada pessoa desse Brasil passa.